Artigos

Conteúdo relevante de nossos especialistas para os nossos paciêntes.

Mulher aplicando colírio no olho seco
Clínica Dr. Seiko Doenças Oculares

Síndrome do olho seco: causas e tratamento

O que é o olho seco?

A síndrome do olho seco se caracteriza pela doença da não produção de lágrimas em quantidade suficiente ou, então, as lágrimas apesar de serem suficientes não possuem a qualidade necessária para manter os olhos lubrificados.

Quais fatores de risco podem causar o olho seco? 

Não se desespere! É totalmente normal que em determinadas ocasiões ou circunstâncias, o olho esteja seco sem que haja qualquer problema ocular ou doença dos olhos.  

A exposição que temos a poluição, sol, o vento, ao ar condicionado ou ambientes que de alguma forma tornem o ar mais seco, são fatores que vão facilitar a evaporação das lágrimas e, consequentemente, nos olhos secos.  

Além disso, hábitos inocentes como ver televisão por longos períodos, ou a utilização excessiva a eletroeletrônicos, como tablets, celular ou computador também podem originar este problema, pelo simples motivo de que existe uma diferença na quantidade de vezes que piscamos durante estes momentos.  

Porém, se esta secura se torna excessiva e constante, isso pode ser sinal de algum problema ocular.  

Sintomas do olho seco 

Além do olho seco, esta síndrome traz outros sintomas consigo, e os mais frequentes e comuns é a vermelhidão e ardência ou comichão nos olhos,  a irritação excessiva do olho (ao fumo ou vento) e o desconforto e complicações com o uso de lentes de contato são também dos sinais e sintomas mais frequentes nos olhos secos. 

Alguns pacientes também relatam sentir ardor e visão turva como sintomas.  

Causas do olho seco  

As causas mais comuns de olho seco são:  

  • Idade 
  • Menopausa
  • Uso de computador de uma forma continuada ou excessiva
  • Uso de lentes de contato
  • Alguns medicamentos (diuréticos, anti-histamínicos, benzodiazepinas, antidepressivos, analgésicos, anticonceptivos, em algumas doenças oculares e em algumas doenças sistémicas, etc.) 

O diagnóstico da síndrome do olho seco deve ser feito por um oftalmologista através de testes que medem a qualidade e a produção das lágrimas. 

Cura e tratamento 

A cura vai depender da causa ser reversível ou não. O tratamento varia, e depende do grau da síndrome.  

Normalmente o tratamento para olho seco é a utilização de lágrimas artificiais em gotas (colírios) colocadas nos olhos várias vezes ao dia, dependendo da necessidade.  

Quando o colírio não é suficiente, pode ser necessário utilizar anti-inflamatórios, antibióticos, entre outros, para um controle mais eficaz da doença. Em determinadas situações, a oclusão dos pontos lacrimais é útil, evitando a drenagem das lágrimas pelas vias lacrimais, permitindo a sua manutenção na superfície ocular. 

Além do tratamento clínico, os pacientes devem evitar o contato com os fatores de risco, como o uso prologando e excessivo do computador, evitar o ar condicionado, lentes de contato, entre outros. Essa mudança na rotina pode ser de grande ajuda na eficácia do tratamento. 

Conte com a Clínica de Olhos Dr. Seiko para cuidar da sua saúde! Agende sua consulta e saiba mais informações sobre essa e outras condições!